Como Entrevistar Funcionário De Supermercado

A entrevista com futuros empregados é a fase mais importante do processo de seleção. Você poderá adquirir informações adicionais do candidato, durante a entrevista, informações essas que não constarão dos testes ou do formulário de pedido de emprego, por exemplo: atitude, desejo ou vontade de progredir.

Uma entrevista eficiente é sempre planejada. Você terá que saber exatamente o que quer saber do candidato. Antes de se sentar junto a ele, estude o formulário de pedido de emprego cuidadosamente. Procure por coisas como:

O cuidado - um formulário mal preenchido indica que ele é descuidado. Perguntas não respondidas devem ser completadas durante a entrevista.

Passado profissional - falhas inexplicáveis no passado profissional do candidato devem ser explicadas.

Dúvidas de demissões anteriores devem ser exploradas.

É casado(a) ou solteiro(a)?

Doenças recentes - problemas com as costas podem indicar problemas futuros.

Evidência de bom comportamento anterior. O candidato terminou os vários ciclos de educação? Existe alguma evidência de liderança durante o período escolar, na igreja ou em atividades cívicas? Estes são sinais de ambição e conscientização.

Ao contratar um novo caixa ou empacotador, considere as qualidades que possui o melhor caixa que você tem no quadro de empregados de sua loja:

CORTESIA

Diplomacia e paciência no trato com o público.

Cooperação com outros empregados.

A determinação e a vontade de trabalhar duro.

Estas são as qualidades que você quer encontrar no seu novo funcionário, assim, sua entrevista tem que ser planejada para perceber se o candidato possui as mesmas qualidades de seu melhor funcionário.

ENTREVISTA

Começar bem a entrevista é extremamente importante.

Jamais realize a entrevista no local de vendas. Procure um lugar privado na loja.

Seja amável e sincero, porém, mais do que tudo, seja ponderado. Isto reduzirá o medo e a ansiedade do candidato e ele falará mais livremente, oferecendo informações mais detalhadas e claras.

Uma boa entrevista requer o uso cuidadoso do poder de ouvir. Você saberá o que quer saber sobre o candidato somente deixando-o falar.

Influencie o candidato a dividir suas opiniões e informações com você, através de perguntas bem planejadas.

Não formule perguntas que possam ser respondidas com um simples sim ou não. Por exemplo, em vez de perguntar “Você acha que gostará de trabalhar aqui?”, comece as perguntas com a palavra “Por quê?”, “Descreva-me” “ou “Conte-me sobre”. Em vez de perguntar “Você é um trabalhador?”, cuja resposta geralmente é sim, pergunte “Conte-me através de algumas experiências passadas que você é um trabalhador”.

Durante a entrevista, não demonstre a decisão de empregar o candidato. Uma decisão apressada geralmente é errada.

Quanto mais informações você conseguir do candidato, mais você o conhecerá, assim é possível que sua decisão esteja correta.

Aproximando-se o fim da entrevista, se você se sentir favorável em relação ao candidato, então discuta os detalhes, isto é, salário por hora, os benefícios trabalhistas, horário de iniciar e data.

Deixe o candidato saber o que você espera de um empregado bem treinado e experiente, ocupando a mesma posição. Explique as partes negativas, bem como as partes positivas do emprego. Algumas caixas operadoras e empacotadores largaram o emprego logo após o início, porque eles não estavam preparados para alguns aspectos negativos no trabalho na saída de caixa.

Finalmente, se a impressão for favorável, ofereça-lhe o emprego. Caso contrário, diga-lhe sua decisão. Não deixe o candidato com falsas esperanças, caso você decida em contrário.

Explique-lhe por que você não acredita que ele seja a pessoa certa para o emprego. Lembre-se, seja sempre diplomata, porque a pessoa, sua família e amigos são ou podem ser clientes potenciais de sua loja.

USO CORRETO DAS REFERÊNCIAS

O comportamento futuro do novo empregado é mais facilmente previsível se as informações de seu passado profissional forem verificadas. A referência é uma fonte muito importante. Verifique as fontes desinteressadas, que darão uma ideia clara do candidato mais do que referências com laços familiares ou de amizade. Inclua nessas fontes de referências o antigo ou atual supervisor do candidato, conselheiro de escola, professores, técnicos de esporte ou qualquer outra pessoa que tenha algum conhecimento de seu padrão de trabalho ou de comportamento.

A fonte de referência deve ser encorajada a fornecer a você informações sobre a assiduidade, honestidade, qualidade do trabalho, relações interpessoais do candidato. Verifique tanto seus pontos fortes como seus pontos fracos, razão do seu desemprego e se seu empregador anterior o reempregaria.

Não use o correio para verificar fontes de referências. As pessoas têm certa relutância em escrever suas opiniões sobre antigos empregados ou nem respondem. Use o telefone, assim as perguntas podem ser mais flexíveis e mais profundas.

wix_expo_online.png

Certificados de Segurança

Site 100% Seguro
Google Safe Browsing

Métodos de Pagamento

Boleto, depósito e cartões de créditos

Frete grátis para todo o Brasil

Prazo dos Correios de até 10 dias úteis

 Garantia 100% de satisfação! 

NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossas dicas e promoções

© 1995 - 2020 - CTDE - Centro de Treinamento e Desenvolvimento Empresarial Ltda.

Rua Gutemberg, 151 - conj 502 Neo 360 New Corporate - Petrópolis, Porto Alegre - RS - CNPJ: 00.472.133/0001-60. 

WhatsApp (51) 99997-2187 - Tel.: (51) 3333-3272 - E-mail: fabiano@ctde.com.br