Saiba gerenciar o setor de congelados para aumentar as vendas

As vendas dos produtos congelados crescem nos supermercados. Muitos clientes não têm tempo de cozinhar suas próprias refeições e optam por praticidade, sabor e economia na hora de comprar essas mercadorias. Preços variados e mercadorias de boa qualidade são diferencias para aumentar a lucratividade desse setor.

Os congelados que mais vendem são pizzas, lasanhas, empanados, almôndegas, hambúrgueres e outros itens, que dependem da localização do supermercado. Para assegurar que essas mercadorias sejam boas, averigue a temperatura de conservação de, no mínimo, -18°C. As embalagens devem estar em condições adequadas, assegurando a integridade do produto no transporte e na exposição nos pontos de venda.


Produtos estocados ou expostos nos balcões frigoríferos devem seguir o sistema de primeiras entradas e primeiras saídas, evitando-se a possibilidade de estarem vencidos. Devido ao degelo nos balcões, os congelados têm de ser removidos ou cobertos, para que as embalagens não sejam danificadas.


Tenha atenção com o transporte da indústria até o supermercado. Os caminhões devem seguir as normas internacionais, construindo compartimentos que mantenham a temperatura em -18°C. Termômetros instalados no interior do veículo precisam controlar a temperatura do ar.


Nas câmeras frigoríferas, cuide o estado de funcionamento, de maneira que permita aos produtos o recebimento de ar refrigerado em todos os lados da embalagem. O termômetro instalado deve ser de fácil leitura e o descongelamento das câmeras tem de ser realizado conforme as necessidades, mediante orientação dos fornecedores. Além de estarem bem localizados nas lojas, os balcões frigoríferos não podem receber correntes de ar ou incidência direta da luz solar e é recomendada a limpeza direta com água, sabão ou detergente neutro. Quando os balcões forem abastecidos, procure colocar os novos produtos embaixo ou atrás dos já existentes.


A qualidade das matérias-primas destinadas à fabricação dos congelados deve ser adequada para o processo de congelamento, a fim de que o produto final corresponda aos requisitos exigidos pelos órgãos de fiscalização. Todas as operações precisam ser realizadas o mais rápido possível, visando à manutenção das condições ideais de higiene. As embalagens dos congelados obedecem às normas do Código de Proteção e Defesa do Consumidor, destacando-se os seguintes itens: composição, peso, prazo de fabricação e validade, preço de venda e nome do fabricante com CNPJ.


Garanta que o produto não seja contaminado por nenhuma bactéria ou pelo próprio material da embalagem. Impeça a perda de água, desidratação e qualquer vazamento. Atente para que os produtos não absorvam características indesejáveis. Reforce ao cliente que o produto, após ser descongelado, não poderá ser congelado de novo.


Avalie criteriosamente se o seu estabelecimento está seguindo essas orientações. Se você tiver uma marca própria de congelados em seu supermercado, confira os custos de fabricação, de embalagem e as exigências dos órgãos de fiscalização para concluir se este vem sendo um bom investimento.

Certificados de Segurança

Site 100% Seguro
Google Safe Browsing

Métodos de Pagamento

Boleto, depósito e cartões de créditos

Frete grátis para todo o Brasil

Prazo dos Correios de até 10 dias úteis

 Garantia 100% de satisfação! 

NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossas dicas e promoções

© 1995 - 2020 - CTDE - Centro de Treinamento e Desenvolvimento Empresarial Ltda.

Rua Gutemberg, 151 - conj 502 Neo 360 New Corporate - Petrópolis, Porto Alegre - RS - CNPJ: 00.472.133/0001-60. 

WhatsApp (51) 99997-2187 - Tel.: (51) 3333-3272 - E-mail: fabiano@ctde.com.br