GERENTE DE SUPERMERCADO MODERNO E RENTÁVEL

Principais atribuições de um Gerente, Líder e Chefe de um Supermercado.


Em um ramo cada vez mais competitivo, o gerente de supermercado tem a responsabilidade de obter um bom resultado financeiro para a Empresa e ao mesmo tempo prestar o melhor serviço ao cliente, que é a parte mais importante do supermercado, mediante os seguintes procedimentos:


- Formar uma boa equipe de pessoal, escolhendo a pessoa certa para o lugar certo, através do Recrutamento, Seleção e Treinamento.

- Planejar as atividades do dia a dia selecionando os objetivos, diretrizes e procedimentos.

- Organizar o trabalho para todos, delegando autoridade às chefias para melhor desempenho das funções de cada departamento.

- Coordenar a execução de todas as atividades mediante supervisão, sendo que reuniões com todos os funcionários, em especial os de frente de caixas, açougueiros, padeiros, fiambreiros, hortifrutigranjeiros e depósito, é a maneira mais eficiente para conseguir bons resultados, ouvindo-os. Assim a equipe se manterá motivada, unida e integrada.

- Controlar os fatos, a fim de confirmar os planos traçados, inclusive encontrar a “economia” dentro da Empresa, evitando-se desperdício e criar a consciência de zelar as máquinas, os equipamentos e o manuseio com os produtos.

- O gerente deve ter autoridade e responsabilidade pela sua inteligência, experiência e valor moral.

- Ter disciplina e respeito mútuo de toda a equipe.

- Unidade de comando: Os funcionários devem receber ordem somente do gerente.

- Unidade de Direção: Cada departamento deve ter um só chefe com um só plano de trabalho.

- Salário do pessoal: O salário pago deve ser justo e proporcionar o máximo de satisfação aos funcionários.


Conceito

Supermercado é um estabelecimento comercial de porte, bem localizado e com boas instalações, onde um grande número de consumidores vai comprar basicamente gêneros alimentícios com qualidade e poderão tornar-se clientes fiéis à medida que seus desejos sejam satisfeitos, por encontrarem basicamente o seguinte:


Bom atendimento

O bom atendimento faz a diferença e está em primeiro lugar.Os funcionários devem ser treinados para prestar o melhor atendimento, seguindo basicamente o seguinte: Cumprimentar com sorriso, dar o máximo de atenção, rapidez, ser gentil, demonstrar satisfação, ter calma e paciência e conhecer os produtos do supermercado


Limpeza

Para quem vende produtos alimentícios e lida com o público, a higiene pessoal e limpeza do supermercado é fundamental para fidelizar clientes.


Bons preços

É também importante ter preços competitivos para manter-se num mercado cada vez mais concorrido. Planejar boas promoções e acompanhar os preços de venda da concorrência de certos produtos básicos, tais como: óleo de soja, pão, leite, carne, batata, cebola, tomate, açúcar, feijão e outros produtos básicos.


Confiança

O supermercado conquista a confiança do consumidor praticando atitudes que satisfazem as necessidades do consumidor.


Organização das prateleiras

Produto bem exposto vende muito mais, porque além de facilitar a localização dos produtos, agradam o cliente pela organização.


Variedade com qualidade

O cliente vai ao supermercado para comprar e havendo uma boa variedade de produtos com qualidade e encontrar a marca do produto desejado, com certeza vai retornar.


Preços visíveis e legíveis

Além de atender as exigências do Código de Proteção e Defesa do Consumidor, o consumidor quer saber quanto custa cada produto, seja para decidir a compra, como também pelo valor total que irá pagar, conforme seu orçamento.


Proximidade (Próximo aos consumidores)

Quanto mais próximo estiver o supermercado do consumidor, mais cômodo será, evitando o uso de condução para fazer as compras, ainda mais com as ruas cheias de veículos e com dificuldades na hora de estacionar.


Serviço de entrega

Este serviço de entrega é muito importante e necessário para consumidores que dependem de transporte. Mesmo cobrando uma taxa de entrega com valor razoável, recomendamos.


Estacionamento.

O supermercado que tiver estacionamento para seus clientes terá mais uma grande vantagem, pela facilidade e ser mais cômodo para o consumidor.


Aproveito para lembrar que para ser um supermercado moderno e rentável, é preciso considerar que o CLIENTE está em primeiro lugar, a EQUIPE em segundo e o FORNECEDOR em terceiro lugar.


A importância dos Perecíveis em supermercados

Pesquisas realizadas pelo CTDE - Centro de Treinamento e Desenvolvimento Empresarial nos pontos de vendas dos supermercados de bairro e cidades do interior em todo o Brasil, indicam que os perecíveis têm participação de 60% nas vendas totais, em média, comercializados nos seguintes setores: açougue, padaria/confeitaria, fiambreria, laticínios e hortifrutigranjeiros.


Conceito

Perecíveis são produtos vendidos em supermercados que necessitam de refrigeração com temperaturas adequadas para sua conservação em exposição no açougue, padaria, confeitaria, fiambreria, laticínios e hortifrutigranjeiros.


A importância dos perecíveis

Os produtos perecíveis determinam o sucesso de um supermercado, fazendo a diferença, à medida que tenham qualidade, variedade, boa exposição, higiene, limpeza e bom atendimento aos clientes.


Participação dos Perecíveis nas vendas totais, em média.


Açougue - 20%

Um grande número de consumidores cada vez mais vai aos supermercados para comprar carne pelo atendimento, qualidade e variedade e aproveita para comprar outros produtos.


Padaria e Confeitaria - 12%

A Padaria e Confeitaria têm participação de 12% das vendas totais, em média, nos pequenos e médios supermercados. Estes setores tornaram-se obrigatórios nas empresas modernas, atraindo mais clientes e proporcionando rentabilidade para o setor.


Fiambreria - 06%

Todos os funcionários da Fiambreria necessitam de treinamento para melhorar o atendimento, manipulação e exposição dos produtos da Fiambreria, tais como queijo, presunto, salame, copa, peito de peru e outros fiambres.

Os produtos fatiados devem ter espessura não muito fina e nem muito grossa, evitando inclusive desperdício por ocasião do fatiamento.


Laticínios - 12%

A participação dos laticínios nos supermercados é de 12% das vendas totais, em média, com perspectivas de crescimento por se tratar de produtos que fazem parte da mesa dos consumidores diariamente, no café da manhã, almoço, lanche da tarde ou no jantar.



Hortifrutigranjeiros - 10%.

Cada vez mais está crescendo a venda de frutas, verduras e legumes nos pequenos e médios supermercados, não só pelos benefícios que proporcionam à saúde dos seus clientes, como também como um grande atrativo, fazendo a diferença.








Texto de Clóvis Polese.