Compras, Recebimento e Armazenamento de Perecíveis no Supermercado

COMPRAS

• As negociações das compras dos perecíveis devem ser feitas pelo proprietário, comprador ou gerente da loja, com a participação do encarregado do setor. Somente uma boa compra poderá se tornar uma boa venda, levando-se em conta a qualidade, os produtos que o cliente procura com os menores preços possíveis.

• Selecionar fornecedores sérios, idôneos com produtos com garantia de qualidade e que deem atenção aos aspectos do pós-venda.

• O preço certo não é o mais barato, mas o mais justo: um preço sempre negociado.

• Comprar na quantidade certa. O segredo está no giro de estoque, pois a lucratividade exige negociações dinâmicas.

RECEBIMENTO

No recebimento, dê preferência às entregas dos perecíveis. A demora no descarregamento poderá comprometer a qualidade dos produtos.

ARMAZENAMENTO

• Os produtos devem ser expostos em prateleiras e paletes, impedindo o contato com o piso e paredes da câmara. Manter sempre limpas.

• Siga as instruções contidas nas embalagens sobre a altura do empilhamento.

• Não deixe a porta da câmara aberta.

INTOXICAÇÃO ALIMENTAR

• No Brasil, como no resto do mundo, a intoxicação alimentar é considerada a segunda maior causa de enfermidade pelo consumo de alimentos contaminados.

• Algumas pessoas acham que contraíram uma gripe, enquanto outras consideram que pegaram uma virose.

• No entanto, estas pessoas provavelmente consumiram produtos com boa aparência, aroma e sabor, o que não quer dizer que não estejam contaminados, podendo significar alguns dias de trabalho perdido ou até o cancelamento de algumas atividades do dia a dia.

• Observando-se as normas básicas para uma boa higiene alimentar, que são simples e fáceis de aplicar, poderão ser evitadas muitas “dores de cabeça”.

• As intoxicações alimentares manifestam-se normal-mente por intermédio de náuseas, cólicas intestinais, erupções na pele e mal-estar. Ainda, sintomas de dores estomacais, diarreias, vômitos, dores de cabeça, febre e dores nos membros.

• Os casos mais graves podem, às vezes, levar à morte.

• A intoxicação alimentar atinge principalmente as pes-soas enfraquecidas, bebês e pessoas idosas.

CONTAMINAÇÃO DOS ALIMENTOS

Muitos alimentos possuem substâncias tóxicas, como alguns tipos de legumes, mandioca e condimentos, entre outros.  Agentes químicos nos produtos podem ser a causa de intoxicações, como, por exemplo:

• Produtos enlatados com resíduos de metais pesados, por intermédio do rompimento das soldas e também da ferrugem.

• Peixes oriundos de águas poluídas.

• Frutas e verduras contendo muito agrotóxico.

• Carne de animais tratados com antibióticos, hormônios ou pesticidas.

Entretanto, a causa principal de intoxicação é pela contaminação dos alimentos por micro-organismos, como fungos e vírus que vivem nos animais, plantas, solo e no ar.

Certificados de Segurança

Site 100% Seguro
Google Safe Browsing

Métodos de Pagamento

Boleto, depósito e cartões de créditos

Frete grátis para todo o Brasil

Prazo dos Correios de até 10 dias úteis

 Garantia 100% de satisfação! 

NEWSLETTER

Cadastre seu e-mail e receba nossas dicas e promoções

© 1995 - 2020 - CTDE - Centro de Treinamento e Desenvolvimento Empresarial Ltda.

Rua Gutemberg, 151 - conj 502 Neo 360 New Corporate - Petrópolis, Porto Alegre - RS - CNPJ: 00.472.133/0001-60. 

WhatsApp (51) 99997-2187 - Tel.: (51) 3333-3272 - E-mail: fabiano@ctde.com.br